quinta-feira, 2 de abril de 2009

A arte do desencontro

Algum homem já olhou para você e não se apaixonou?

Claro! Eu só poderia ouvir isso de um amigo. Imagine se um homem em plena consciência me daria a audácia de ter um 1% de segurança?! Em todo caso, foram com essas palavras que eu tive o prazer de reencontrar Pai Sotero.

Pai Sotero, homem charmoso que só, bem-sucedido, atencioso, engraçado, inteligente, simpático, educado, o genro que toda mãe sonha para sua filha, me confidencia que ao alto dos seus trinta e poucos anos está cansado de tanta liberdade. O que ele queria mesmo era encontrar alguém para continuar o ciclo da vida. Entenda: namorar, casar e ter filhos. Rá!

Confesso que eu nunca fui uma dessas mulheres radicais e incrédulas que acreditam que homens não gostam de relacionamentos e preferem a cruz a terem que se casar. Em todo caso, fiquei imaginando a razão de um homem com tantos prós estar lamentando a falta de uma candidata. E a fila de pretendes, aonde ele havia escondido?

Bem ao lado dele, um outro amigo acompanhava a conversa. Comandante é um rapaz apessoado, bem-sucedido, atencioso, romântico com R maiúsculo, inteligente, engraçadíssimo, simpático, tem lá suas crises machistas, mas quem é que precisa de alguém tão perfeito, certo?! Bom, Comandante estava indignado com o pouco valor que as mulheres davam a ele. Nas suas palavras, elas não reconhecem um homem dedicado e, por esse motivo, os esnobam.

Sinceramente, eu estava diante de dois homens que cabem no sonho de, pelo menos, 80% das minhas amigas solteiras, desiludidos com a atual situação de suas vidas amorosas. Me amarrota porque eu estou passada!

E defensora que sou da classe, comecei a discorrer um articulado argumento sobre a falta de atitude dos homens e do trauma que eles causam por suas viadagens galinhagens indecisões, quando Pai Sotero me pergunta: “Nanynha, fale com sinceridade, o número de homens que dispensam você é maior que o número de homens que você dispensa?”

“Nunca tinha pensado nisso. Creio que seja equivalente.”

“Pois, então, eu diria que a ocorrência de traumas sofridas por vocês, mulheres, é proporcional ao trauma que nós, homens, sofremos. Com uma única diferença que nós lidamos de formas diferentes sob uma rejeição.”

5 minutos de silêncio, por favor.

É fato conhecido por todos que existe um ciclo em que “João gosta de Maria que gosta de Pedro que gosta de Ana que gosta de Romualdo que gosta de Creuza...”, mas porque a insistência de que só as mulheres são prejudicadas emocionalmente?




Tem mulher que é capaz de fazer qualquer coisa para segurar um homem...


Cornélio, é outro dos meus melhores amigos. Sabe, Deus foi muito generoso comigo e me deu de presente amigos que são os melhores partidos do universo. Arrasou, Jesus! Moço de boa índole, que reúne todas as característica que fazem um homem com H maiúsculo. Teve a infelicidade de ter 4 namoradas e 4 pares de chifres, e ninguém entende por que Cornélio não tem paciência de cultivar uma relação?!

É verdade que não existe uma fórmula certa para achar um parceiro que complete as suas expectativas. Tanto quanto é verdade que você definitivamente irá se decepcionar quando se apaixonar por alguém antes de terem um relacionamento. E inclua a essas conclusões o fato de que você não encontrará ninguém que valha o salto do seu scarpin enquanto você estiver procurando. Mas, você pode dar uma ajudinha ao destino olhando para o sexo oposto como ser humano, com todos os defeitos e qualidades que compõe uma pessoa. Invariavelmente, alguém partirá o seu coração, mas não acredite que todos no mundo estão conspirados para que isso aconteça. Por favor, se olhe no espelho: você não é o centro do universo!

E quer saber mais, quando você esbarrar com alguém que seja capaz de paralisar a sua face, depois que você tiver certeza de que isso não foi um princípio de AVC, não vá para cima do cidadão como se ele tivesse a última chave das portas da felicidade. E eu não estou dizendo só porque foi exatamente o que eu fiz nas últimas 2 vezes que isso me aconteceu, mas porque se ele não conseguir sair correndo, gritando “Cuidado, salvem suas vidas! Louca desvairada à solta!”, provavelmente ele vai ser gentil e vai partir o seu coração com medo que você possa partir o dele.

Se eu fosse boa em conselhos, diria: Vá cuidar da sua vida que ela se encarrega de cuidar de você!


Um comentário:

  1. Apavorou nas palavras hein!!! AMEI o blog!!!
    =)
    bêjooo

    ResponderExcluir

Você também pode compartilhar as suas divagações, só utilize o bom-senso, ok?!

 
BlogBlogs.Com.Br